18 de mar de 2009


MIRA SCHENDEL

Certa vez ganhou folhas de 
papel japonês bem fino.
De tão delicado,o papel
rasgava cada vez que ela tentava
desenhar ou pintar sobre ele.
Mas com a tecnica da monotipia,
a artista conseguiu transferir
seus gestos para o suporte.
Este processo de impressão se
desenvolve a partir de uma 
superfície lisa entintada e
uma folha de papel pressionada
sobre ela.A monotipia é uma
espécie de mediação entre
o desenho e o papel.
É uma técnica imprecisa,que
impediu Mira Schendel de controlar
 completamente o desenho.Isso 
a interessava bastante,já que ela
sempre evitou o virtuosismo.
A artista fazia gestos minimos,
imediatos e espontâneos,sempre
pelo avesso da folha.
Ela precisou desaprender o que 
já sabia do desenho.É como
se cada gesto seu fosse o 
primeiro,sempre se redescobrindo e
se reinventando.Para ir além
do gesto premeditado,seu trabalho
exigiu bastante diciplina.
Ela fez cerca de 2 mil
monotipias em papel arroz. 


Related Posts with Thumbnails